top of page

Pressão funciona, e Governo revê corte de recursos para os agricultores

A mobilização do setor agropecuário nos últimos dias fez com que o Governo do Estado de Santa Catarina voltasse atrás da decisão de cortar recursos do programa Terra Boa, responsável pelo fornecimento de sementes de milho a pequenos produtores por meio do Troca-Troca.


Após o Governo anunciar diminuição de 30% no volume de sementes e limitar o acesso em três sacas por agricultor, entidades do agronegócio e parlamentares reclamaram publicamente da medida.


A pressão teve efeito. Nesta quinta-feira (15), a Secretaria de Estado da Agricultura publicou uma complementação de R$ 11 milhões para o programa, retornando à quantidade de 200 mil sacas previstas originalmente.


A medida foi comemorada pelo deputado federal Pezenti (MDB/SC), que demonstrou descontentamento com o corte no início da semana: “É sábio voltar atrás quando um erro é diagnosticado. Feio não é errar. Feio é, mesmo sabendo do equívoco, insistir no erro”.


Para o parlamentar, os incentivos à agropecuária catarinense precisam continuar. “Mais de 70% das exportações catarinenses vêm desse setor. O produto mais importante para nós é o milho, principal matéria prima da ração. Em Santa Catarina nós temos um déficit anual de 5 milhões de toneladas, que têm que vir de outros estados. Precisamos incentivar a produção do milho para buscar autossuficiência”, destacou.

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page